KidZania: como funciona esse parque das profissões em SP

KidZania: como funciona esse parque das profissões em SP

30 jul 18
KidZania: como funciona esse parque das profissões em SP

Você concorda que a palavra “profissões” não combina muito com um parque temático ou de diversões? Então, esse é um segredo que só entendem aqueles que embarcam nessa aventura chamada KidZania que funciona em São Paulo desde 2015.

O parque é uma cidade interativa em escala menor para crianças de 4 até 14 anos (sim, isso mesmo, adolescentes!). Aqui elas podem desempenhar profissões em ambientes semelhantes aos dos adultos. Há até uma economia própria com uma moeda chamada KidZo.

Há dezenas de profissões em cada mini cidade KidZania pelo mundo. Elas são colocadas em prática em lugares próprios para o seu desempenho, como, por exemplo: hospital (você é médico), supermercado (você é caixa), delegacia (você é investigador) e estúdio de fotografia (você é fotógrafo), para citar alguns.

Ficamos apaixonados pelo conceito desde que conhecemos em Santiago do Chile e não víamos a hora de  visitar essa atração com crianças em São Paulo. Essa ideia única nasceu no México, mas a KidZania já está presente em mais de 25 cidade pelo mundo.

 

Como as crianças se divertem na KidZania?

Cada estabelecimento ou negócio oferece o ambiente para uma profissão diferente. Assim, ao entrar na cidade, a criança tem a oportunidade de escolher as profissão com as quais ela mais se identifica.

Essa “brincadeira profissional” significa que a criança vai aprender sobre essa função, ser orientada em como deve “trabalhar” e, finalmente, sair em campo para praticar. No final, será remunerada pelas horas trabalhadas, ou seja, brincadeira da vida real, mesmo.

Um exemplo prático: seu filho acha o máximo o trabalho dos bombeiros. Pois bem, ele procura o prédio do Corpo de Bombeiros na KidZania. Ele entra na fila da atividade para começar quando os “bombeiros” terminarem seu turno. Entrada liberada, ele vai receber orientações de como vai atuar nessa função. Treinamento concluído, ele vai a campo no caminhão dos bombeiros. Isso mesmo! Ele circula pela cidade até o local do incêndio. Apaga o fogo com sua turma, volta para o prédio e recebe o pagamento. Cada experiência dura em torno de 30 minutos.

Resumo da história: as crianças vivenciam cada profissão que escolhem desempenhar. Esse é um aspecto mega bacana da KidZania. A liberdade que as crianças têm para escolher aquelas que mais se gostam entre mais de 50 atividades profissionais.

 

Como funciona para crianças menores de 4 anos?

Não há profissões disponíveis para crianças menores do que 3 anos. Elas não pagam para entrar. No entanto, há um espaço com brinquedos onde os pais que entram com crianças de idades diversas podem ficar com elas enquanto os maiores se divertem no parque.

Entre 3 e 4 anos há um número limitado de atividades que a criança pode fazer. Diferentemente da regra normal, nessa faixa etária é necessária a presença de um adulto junto com criança na atividade. Chegando ao parque, informe-se sobre as atrações permitidas. Algumas delas são: Polícia, Berçário, Pintura, Escola, Posto e Banco.

Um detalhe importante para tranquilidade dos pais de crianças menores: ao entrar, cada criança recebe um bracelete que é eletronicamente vinculado ao bracelete do adulto responsável. Ele garante a segurança da criança, impedindo que ela saia da KidZania desacompanhada do adulto que entrou com ela. Uma super estratégia!

 

Os adultos podem brincar também?

Aqui as crianças brincam de serem adultos, mas o contrário não pode. A participação dos pais é apenas como expectadores e fotógrafos, com exceção da faixa de 3 a 4 anos onde os pais acompanham.

No entanto, há possibilidades. A KidZania fica no Shopping Eldorado, ocupando o espaço do antigo Parque da Mônica, com uma área de mais de 8 mil metros quadrados no subsolo.

Isso permite que pais possam fazer compras no shopping enquanto os filhos estão no parque. Mas, atenção: somente crianças maiores de 8 anos podem ficar sozinhas. O adulto, no entanto, deve efetuar a entrada e se cadastrar como responsável. Só quem fez a entrada pode retirar a criança na saída. No caso, somente maiores do que 18 anos estão autorizados.

Outra alternativa é o espaço “somente adultos” para os pais que querem um tempo de sossego enquanto a criançada se diverte. Fica no segundo andar. Enquanto estive lá esteve vazio praticamente o tempo todo.

 

E a alimentação?

Não é permitida a entrada de alimentos e bebidas. Dentro da KidZania há lanchonetes e pontos de venda de bebidas.

Uma estratégia que usei com meus filhos de 8 e 10 anos foi desafiá-los a juntar dinheiro para comprar sua própria alimentação nas “empresas locais”. Foi assim que, quando eles estavam com KidZos suficientes, foram trabalhar no Burger King e saíram de lá com seus lanches.

É importante entender que cada sessão ou turno (como eles chamam) dura 4 horas. Por isso, não é necessário se preocupar em fazer uma grande refeição durante o tempo lá dentro. Apenas um lanche ou uma pizza é suficiente. O maior desafio é conseguir que eles fiquem sentados para comer.

 

Como foi a nossa experiência?

As crianças ficam muito agitadas assim que entram porque querem por logo a mão na massa. Afinal, já recebem o valor de 50 KidZos (na moeda do parque) na entrada e querem partir para a ação. Aliás, falando nisso, logo após a chegada é bom ir ao banco trocar esse valor por notas menores.

É importante entender que há atividades remuneradas e outras que é necessário investir. Assim, a criança vai ganhando e perdendo KidZos conforme os estabelecimentos que escolhe. Crianças mais novas nem sempre entendem essa dinâmica.

Uma estratégia que usamos bastante foi olhar o mapa para escolher, logo depois da chegada, quais profissões eles tinham preferência. Afinal, são 4 horas de parque e não se consegue participar nem da metade das profissões disponíveis.

Outra coisa importante: é muito desgastante tentar coordenar que os dois filhos façam as mesmas atividades. Por isso, liberei minha filha mais velha para fazer algumas atividades sozinha e acompanhei mais o filho mais novo.

Falando nele, aconteceu algo inesperado. O caçula foi convidado para ser o ator-vítima de um resgate. Desde que chegou queria andar na ambulância e acabou acontecendo, só que deitado na maca. A princípio ele não queria, mas quando a monitora falou que ele ganharia KidZos, topou!

Nossa experiência foi ótima, assim como já tinha acontecido em Santiago. Super recomendamos essa atração em São Paulo para famílias com crianças. Aproveite e leia aqui os posts sobre outras atrações que já visitamos com os filhos na capital paulista.

 

 

Muita atenção!

Os horários de funcionamento podem ser alterados dependendo da data. Consulte sempre o site da KidZania antes de ir já que ele pode lotar antecipadamente em função da venda de ingressos via internet. Adultos pagam metade do valor do ingresso da criança. Veja no site.

O parque fica em Pinheiros. Nós fomos de Uber, mas poderia ter sido de metrô. A estação mais próxima é a Faria Lima. De lá é uma caminhada de 15 minutos.

Ainda que você decida permanecer com seus filhos na KidZania, o Shopping Eldorado é uma ótima opção para uma refeição antes ou depois dessa atração. Sugerimos o Almanara, Fifties Burger, Madero, Viena ou Applebees.

Bom passeio, bom apetite e boas compras!

*Este artigo é resultado de uma parceria entre o blog e o parque. Não recebemos qualquer orientação quanto ao conteúdo do texto. Os artigos publicados sempre resultam apenas da nossa experiência pessoal. #parceria #ap

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *