Air Canada: como é o voo direto para Toronto

Air Canada: como é o voo direto para Toronto

15 fev 18
Air Canada: como é o voo direto para Toronto

Como escolher a companhia aérea para uma viagem de férias? Se “valor” foi o que você pensou ao ler a pergunta, está correto. Tentamos, sempre que possível, aproveitar as promoções. Porém, quem viaja com crianças somente na folga da escola sabe que, infelizmente, quase não há boas promoções na alta temporada. Então, o que considerar?

Quem acompanha o blog já sabe da minha estratégia de autossuficiência aérea. Defendo que tudo aquilo que a criança precisa durante o voo deve embarcar com a família. Tudo.

Por isso, serviço de bordo não é um critério que adotamos para essa escolha. Falei sobre isso detalhadamente quando escrevi as 12 dicas para viajar de avião com crianças pequenas.

 

Prioridades na compra das passagens

Se o serviço não é prioridade, até porque sempre viajo de econômica, o que considero para comprar o aéreo? A princípio, três aspectos ocupam meus critérios de busca:

  • Priorizo a questão dos horários dos voos, principalmente quando viajamos para o hemisfério norte. Procuro aqueles onde as crianças consigam dormir pelo menos 7-8 horas e para isso prefiro, obviamente, os voos noturnos e diretos.
  • Outro critério é a quebra dos fusos horários. Funciona assim: se vou para um lugar com 6 horas a menos do Brasil, eu tento fazer um stopover de 2-3 dias em alguma cidade a 3 horas de fuso do Brasil. Assim, quebramos a diferença no meio e chegamos no destino com menos jetleg.
  • Por último, a questão do parcelamento oferecido pela cia aérea. Em função da dificuldade de conseguir promoções nessa época do ano, comprar em 10x no cartão de crédito faz diferença no orçamento.

 

Toronto como stopover

Foram esses 3 motivos que nos levaram a dar preferência para a Air Canada na nossa viagem de intercâmbio. Nós consideramos seriamente voar do Brasil para Los Angeles, Dallas ou Chicago, mas como foi nossa primeira vez no país, a ideia de conhecer outra cidade canadense também nos atraiu muito.

Como você deve saber, o stopover é uma prática comum das cias aéreas que (geralmente) não gera custo adicional para o passageiro. Se você não conhece essa facilidade, leia esse artigo sobre stopover do Melhores Destinos.

Além disso, como não há voos diretos para Vancouver do Brasil, a ideia de fazer a imigração já na chegada também nos agradou. Fechamos então o voo direto da Air Canada para Toronto, ficamos 3 dias na cidade e seguimos viagem para Vancouver com a mesma cia aérea.

Esse voo para Toronto é diário e dura 10 horas e pouco, apenas 2 a mais do que voar para Miami. Fácil e prático.

 

3 vantagens de comprar tudo com uma cia aérea 

1) Quando você compra os voos doméstico e internacional com a mesma empresa, qualquer atraso passa a ser responsabilidade deles, sem ônus para o passageiro. Assim, como a GOL é parceira da Air Canada no Brasil por conta da Star Alliance, nós compramos todos os trechos com a Air Canada, partindo de Londrina. Isso facilitou inclusive a questão das malas que já saíram daqui etiquetadas para Toronto.

2) Nós partimos de Londrina já com o cartão de embarque Guarulhos-Toronto em mãos. Como você deve saber, os passageiros só podem entrar na área internacional (após a Polícia Federal) com cartão de embarque do voo. O problema de ficar “para fora” é que o check-in internacional geralmente abre somente 3 horas antes do horário do voo. Então, mesmo que tenha feito o check-in online, você tem que esperar para entregar suas bagagens. Melhor a sala VIP do lado de dentro, não é? Leia nossa opinião sobre a sala do Mastercard Black.

3) A franquia de bagagem despachada também é algo que precisa ser considerado. A única maneira de despachar malas nos voos domésticos com o mesmo peso permitido no internacional é comprando todos os voos juntos. É necessário pensar nisso antes de bater o martelo. No nosso caso, pelo fato de ser um destino frio e a estadia longa, impossível não despachar malas.

 

Sobre o serviço para as crianças

Nós temos o hábito de solicitar a refeição infantil para a cia aérea. Praticamente todas oferecem essa opção. Faço isso por causa do cardápio diferente e porque ela é entregue antes das outras. As crianças nem sempre curtem o que é servido. Quando isso acontece há duas alternativas. 1) Eles comem algo que trouxemos. 2) Eu como a refeição da criança e ela come a minha quando é servida. A estratégia tem funcionado.

O mesmo acontece com o café da manhã. Nem sempre agrada. Nesse vôo para Toronto são servidas duas refeições: jantar, que começa assim que a aeronave estabiliza na altitude de cruzeiro, e café da manhã, servido 1-2 horas antes da aterrizagem. Nada especial, típica comida de avião com a clássica pergunta: chicken or pasta?

Um detalhe bem bacana: a Air Canada presenteia os pequenos passageiros com um kit infantil enquanto a aeronave ainda está em solo. Vem com mochilinha, livro de atividades, crayons e quebra-cabeça. Ele ajuda os menores a passarem um tempinho com algo diferente nas mãos. As crianças ficaram especialmente felizes com o fone laranja que também veio no kit por que…

O que meus filhos realmente aproveitaram foi o entretenimento de bordo! Há filmes, jogos, músicas e séries. Alguns filmes eles ainda nem tinham assistido. Muitos são oferecidos em português. Excelente variedade. Então, telinha liberada à vontade sempre agrada as crianças, não é?

 

Sobre a nossa avaliação

Air Canada é uma empresa que domina o espaço aéreo canadense e foi premiada a melhor cia aérea da América do Norte. Li essa notícia no blog “Canadá para Viagem” que a Nathalia Molina escreve para o Estadão. A empresa é uma gigante dos ares, uma das 20 maiores do mundo. A fama se justificou em vários aspectos:

  • Nós ficamos muito satisfeitos com o espaço para as pernas na classe econômica. No material de bordo eles comentam que é maior do que os outros e nossa sensação foi de conforto. (do ponto de vista de quem está na econômica!)
  • Outro fator é a questão de todas as aeronaves que voamos serem novas, limpas e bem conservadas internamente. Sei que isso não é garantia de um voo sem problemas, mas como passageira e mãe, é muito bom estar em um ambiente higienizado e bem conservado.
  • Os voos internacionais foram com o 787-8 Dreamliner, uma aeronave moderna. Lemos no material de bordo que a redução de ruídos durante o voo é uma das vantagens dessa aeronave e nós percebemos isso. Ela parece mesmo ser mais silenciosa.
  • A pouca simpatia de alguns comissários de bordo mais antigos da cia aérea não atrapalhou nossa experiência. Ficamos felizes com esse voo direto para Toronto. Até porque, o atendimento da Air Canada, tanto nos aeroportos, quanto na central de SP, foi muito gentil e eficiente.

 

Como cotar       

A Air Canada ainda não dispõe de um sistema de reservas online para os passageiros simularem datas. Por isso, para orçar a viagem, você terá que solicitar:

  • Através da Central de Atendimento da Air Canada no Brasil: São Paulo (11) 3254-6630 / Rio de Janeiro (21) 2220-5343 de segunda a sexta em horário comercial.
  • Através da agência de turismo de sua preferência.

 

Importante: A empresa oferece pagamento em 10 vezes no cartão de crédito da pessoa física somente se a rota for de/para Brasil. Se comprar apenas trechos internos no Canada, eles não são parcelados.

 

 

*Esse artigo é resultado de uma parceria feita com a Air Canada que vendeu as passagens por uma tarifa especial em troca de um relato sobre nossa experiência de voar com crianças. O texto é pessoal e reflete aquilo que vivenciamos nos voos de ida e volta para Toronto. Não houve qualquer orientação da cia aérea sobre o conteúdo deste artigo.

Imagem em destaque gentilmente cedida pelo Tourism Toronto.

 

12 comments

  1. Karina

    A-d-o-r-e-I o artigo Adriana!
    Vc por acaso cogitou de entrar no site deles internacional e orçar o trecho em dólares canadenses para ver se compensava o valor, apesar de que, salvo engano, pegando com cartão no site internacional não há a possibilidade de parcelar?
    Outra coisa que não entendi muito bem, vc fechou com o escritório deles e saiu internacional desde Londrina voando este trecho até GRU com a Gol? Pq sei que eles são parceiros. O stop over já veio no bilhete ou vc comprou avulso o trecho até Vancouver?

    • Adriana Pasello

      oi Karina, o site canadense não vende os trechos internos no Brasil. Pelo menos não vende a partir de LDB! rs
      Isso, fechei com o escritório de SP saindo de Londrina. Minha passagem foi Londrina – Guarulhos – Toronto – Vancouver – Toronto – Guarulhos – Londrina.
      Trecho nacional com a GOL.
      Sim, o stopover já previsto no bilhete. Até porque, se fizer tudo separado, tem o problema da franquia de bagagem. bj

      • Karina

        Obrigada pela dica preciosa! Meio difícil falar com eles mas vou tentando!
        Imagino que pagou com cartão pelos pontos que vem com a fatura. Foi preciso informar o cartão ou eles emitiram alguma forma de cobrança diferente (sou a maior medrosa pra ter cartão clonado kkkk).
        Bj!

        • Adriana Pasello

          Isso, com cartão pelos pontos e pelo parcelamento mesmo.
          Sim, é preciso informar o número do cartão, mas eles tem um esquema de formulários super seguro. Isso não é impedimento. Fica tranquila. =)

  2. Na minha opinião, a maior vantagem de voar Air Canadá é não ter conexão nos Estados Unidos. Já voei para Montreal com uma CIA americana, mas foi um stress para conseguir o visto de última hora, que não sei dizer se a economia compensou no final! hahhaha
    Ótimo relato, adorei!

    • Adriana Pasello

      Sem dúvida, o voo direto descomplica e ainda permite conhecer uma outra cidade canadense. Assim, a gente vai entrando no clima antes de chegar no destino final. hahaha

  3. Helen Francine Waldemarin

    Já vi otimas recomendações da Air Canada e tenho muita vontade de viajar com eles!
    Adorei todos os detalhes no seu post.
    E suas dicas pra viajar com a família são otimas!
    Tenho muita vontade de conhecer o Canada!

    • Adriana Pasello

      O que seria de uma mãe sem estratégias confinada por horas dentro de uma aeronave? rs O Canadá é um país espetacular. Vale muito a pena conhecer.

  4. Bruno

    Querida, primeiramente, parabéns pelo texto!

    Vou viajar pela primeira vez em agosto, para assistir aulas de francês em Montreal.

    Não possuo visto para os EUA nem para o Canadá.

    Minha dúvida seria quanto ao custo benefício de:

    1.Comprar uma passagem direta para o Canadá + Trecho Toronto – Montreal, pagando apenas o visto para o Canadá.

    2.Comprar uma passagem com conexão nos EUA (acredito que sejam mais baratas) + Visto americano + Visto Canadense eTA.

    Qual plano você indicaria? Muito obrigado!

    Bruno – um estudante low budget hahah

    • Adriana Pasello

      oi Bruno. Há duas questões para vc pensar:
      1) Se você tirar o visto americano, vc tem a opção de viajar para esse país durante a validade dele e só tem que pagar os 7 dólares canadenses do eTA que você mesmo emite no seu computador.
      2) Sem dúvida alguma que você aumenta muito a possibilidade de voos e de achar algo mais em conta porque você pode voar direto daqui para Atlanta, Miami, Whashington, Chicago, NY… só para citar aqueles aeroportos no lado leste dos EUA.
      Então, pensando em low budget, acho que você gastaria menos optando por voar via EUA e com isso ainda ficar com o visto americano.
      Espero ter ajudado.

  5. Fernanda

    Adriana, bom dia! Adorei seu relato, obrigada por compartilhar sua experiência!!! Também viajarei em breve num vôo direto à Toronto da Air Canadá, com conexão para Vancouver, com duas crianças. Gostaria de saber se a refeição infantil você solicitou na reserva da viagem, no checkin ou no próprio vôo. Muito obrigada!

    • Adriana Pasello

      Olá Fernanda. Solicitamos antes e foram servidos antes dos outros também. Ficamos bem satisfeitos. Boa viagem, aproveitem! O Canadá é um país espetacular.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *