Viagem combina com aprendizagem

Viagem combina com aprendizagem

26 jun 14
Viagem combina com aprendizagem

Acontece naturalmente. Você prepara as malas da família, pega a estrada, roda 100 km e a janela do seu carro se transforma em um quadro de sala de aula.

Conforme a distância aumenta, cresce a variedade de matérias.

A paisagem muda para serra? Aula de geografia. Passa por uma cidade antiga? Aula de história. Decidiram comer em um restaurante alemão? Cultura e gastronomia. Há um parquinho no restaurante? Vamos para a educação física. Encontrou um grupo de estrangeiros? Pratique inglês. Visitará um aquário ou zoológico? Aula de biologia. Museus e espetáculos? Aula de artes.

E assim seguimos, vivenciando na prática boa parte do currículo escolar sem estar sentado na cadeira.

Alguns autores da atualidade consideram que, diante de um mundo cada vez menor e mais conectado, o passaporte é tão importante quanto um diploma. Pensando assim, onde estaria a sala de aula dos nossos filhos? Onde? Em qualquer lugar do planeta!

O bacana de aprender enquanto viaja é que ainda ganhamos o direito de fazer aulas de disciplinas que não temos na escola. Quer imaginar como seria isso?

Vai viajar com a família para uma cidade onde não há lixo nas ruas e o trânsito flui de forma organizada? Aula de boas maneiras. Conhecer um país de orientação religiosa diferente da sua? Pratique a tolerância. Um templo que represente outra crença? Aula de religião. Dormir em um hotel de padrão inferior ao que está acostumado? Aula de adaptabilidade. Visitar um país onde horários são cumpridos? Aula de organização. A realidade no destino é chocante? Lição de humildade.

Os benefícios não acabam. A beleza e a grandeza de viajar residem também no fato de que toda a família pode aprender junta o tempo que está fora de casa. As oportunidades estão diante de nós, prontas para serem exploradas. A vivência valida o que se aprende na escola, dá sentido ao que parece teórico e ajuda a compreender melhor o planeta em que vivemos.

Fica então lançado o desafio. Da próxima vez que sair de viagem com seus filhos, preste atenção no caminho. Observe as oportunidades e use-as para aprender mais sobre o mundo que nos cerca. Seja intencional. Maximize as experiências. Além de viajar, pratique verbos como observar, compreender e questionar.

Só não caia na tentação de ser um professor-viajante. A ideia não é essa. Seja um facilitador. Vá conversando sobre o que estão vendo e vivenciando. Troque ideias. De quebra, você ainda ganha fortalecimento do vínculo entre pais e filhos.

Vambora pegar essa estrada?

—-

Algumas dicas para aprender mais enquanto viaja:

1- Explore o destino antes de sair de casa. Use mapas, atlas ou pesquisas em livros e internet para conversar sobre o destino da viagem.

2- Inclua as crianças na definição do roteiro. Deixe que eles perguntem e se envolvam na escolha dos passeios.

3- Se você estiver utilizando um guia de viagem, deixe que eles explorem o material, vejam as imagens e façam perguntas.

4- Aproveitando o assunto livros, sempre que possível invista naqueles que estimulam as crianças a explorar o mundo. Temos sugestões no blog.

5- Brinque com jogos de geografia como o “Brasil & Seus Estados” ou monte um quebra-cabeças como o “Mapa do Mundo” da Toyster.

6- Há aplicativos e jogos bem bacanas sobre geografia que podem ser baixados gratuitamente e ajudam os pais antes e durante a viagem.

7- Permita que eles organizem a própria mochilinha de viagem e deixe que cuidem dos seus pertences enquanto estão fora de casa. Aula de responsabilidade.

8- Compre um caderno pequeno para cada um levar na viagem. Use como um diário de viagem onde ela poderá desenhar e escrever sobre as descobertas.

9- Interagir com moradores locais é uma boa forma de conhecer pessoas que vivem de forma diferente. Deixe que seus filhos brinquem com outras crianças.

10- Compre máquinas digitais para que as crianças registrem em imagens do que consideram diferente e interessante. Chegando em casa, reveja o que fotografaram e troque ideias.

—-

Texto de Adriana Pasello escrito para a edição anual da SH-Kids publicada em junho de 2014.

1 comment

  1. Léia

    Amei todas as dicas,melhor impossivel. Coisas que não tinha pensado para muito aprendizado com as crianças.
    Super valeu.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>