Como economizar dinheiro para viajar: 20 dicas testadas

Como economizar dinheiro para viajar: 20 dicas testadas

03 out 17
Como economizar dinheiro para viajar: 20 dicas testadas

Começo economizando seu tempo. Se você desfruta de situação financeira privilegiada, pode viajar para qualquer destino nas férias e usufrui de certos luxos durante o ano, pare de ler. Esse texto não é para você.

As dicas que eu vou dar aqui são para pessoas que, assalariadas ou não, têm um limite de gastos mensais. São estratégias de economia baseadas na nossa experiência pessoal.

O Renato e eu somos professores, então, nossa necessidade de economizar dinheiro para viajar dispensa detalhamentos. Além da profissão, temos dois filhos e, por isso, algumas práticas se intensificaram depois que eles chegaram.

 

Vamos falar de comida?

Desde que tivemos filhos mudamos radicalmente nessa área. (1) Investimos em refeições em casa, inclusive quando o programa é entre amigos. A conta de um jantar nesse formato é muito menor do que em um restaurante, até porque (2) nós rachamos os pratos. Nunca praticamos tanto junta-panelas como nos últimos tempos.

Fora isso, praticamente (3) abandonamos o delivery. Pedir comida fora é uma “falsa economia” porque, dependendo do valor da taxa de entrega, fica maior do que um restaurante por quilo. E aqui vai outra dica: quando vamos a restaurantes, uma ou duas vezes por semana, (4) damos preferência aos que funcionam exatamente nesse sistema, por quilo.

Outra vantagem desse tipo de restaurante é a questão das marmitas. Esqueça aquela embalagem de alumínio. Se você quer realmente fazer economia, profissionalize e (5) pegue sua refeição utilizando uma torre de marmita térmica. Fazemos isso pelo menos 4 vezes por semana na hora do almoço. Você consegue uma boa marmita familiar por R$ 20 a R$ 25.

 

Como fica o transporte?

O ideal seria usar o sistema público, mas nós dois precisamos de carro porque um trabalho é bem distante do outro e revezamos no transporte das crianças. Para economizar (6) trocamos um dos carros por um modelo econômico tipo flex.

Para reduzir despesas nessa área, eu também (7) dou carona para uma colega de trabalho que repassa um valor mensal. Da mesma forma, organizamos caronas entre as mães para as atividades extras das crianças na parte da tarde.  Assim gastamos menos em combustível.

 

Dá para reduzir as despesas pessoais?

Sem dúvida! Eu (8) restrinjo a compra desses itens para aquilo que estou realmente precisando (querer x precisar). Exemplo simples: não compro um creme corporal sem terminar o que está em uso. Da mesma forma, uso essa estratégia para itens de beleza e peças de vestuário.

Nós também (9) não embarcamos no último modelo de celular disponível. Nunca tivemos iPhone e troco de smartphone somente a cada 2-3 anos ou quando quebra.

 

Como restringir os gastos com as crianças?

(10) Meus filhos usam roupas usadas que foram repassadas por primos ou filhos de amigos. Eu faço questão de verbalizar para conhecidos que estou aberta a esse tipo de repasse. A economia mensal para dois filhos é grande. Até os uniformes escolares vêm de uma vizinha.

Além dessa economia, (11) brinquedos e eletrônicos de valor significativo são presenteados somente em aniversários ou durante as viagens. Brinquedos mais básicos são comprados por eles mesmos com dinheiro presenteado pela avó ou pequenas mesadas. Oportunidade para educação financeira.

 

Como ficam os gastos com a casa?

Este ano foi atípico nesse quesito. Tivemos que fazer uma reforma de piso e comprar eletrodomésticos pesados. Nossa estratégia na casa é (12) manter um estilo clean, que dispense altos gastos de manutenção.

Aqui entra outra tática de 2017 que foi (13) comprar máquina lava & seca para dispensar um dia da diarista. Cada vez mais estamos envolvendo as crianças nas tarefas de casa e agora, com um dia e menos dela, isso será fundamental. Claro que não temos uma empregada mensalista, aliás, nunca tivemos.

Ainda sobre a casa, também praticando o desapego intensamente. (14) Estamos vendendo itens infantis e de mobília através da OLX. Começamos no mês passado e já fizemos 2 vendas.

 

E as despesas com a própria viagem?

Há tempos (15) os cartões de crédito utilizados por nós são escolhidos com base no critério de reais gastos x milhagem. Para acumular mais milhas, pagamos até cafezinho no cartão. O Renato tem a missão de cuidar disso e, conforme a necessidade, (16) efetuar a venda das milhas acumuladas. Raramente emitimos passagens com milhas porque não temos flexibilidade de datas para viajar e as melhores promoções acabam sendo na baixa temporada.

Outra forma de economia é (17) comprar a passagem com antecedência suficiente para terminar de pagar antes de embarcar. Funciona como uma poupança e ainda gera mais milhas no cartão, tanto na compra quanto no trecho voado. Somente um cuidado com esse formato: antecedência excessiva pode não valer a pena.

Nós também temos buscado outras formas de economizar em hospedagem. Procuramos (18) hospedar na casa de amigos quando em viagem. Muitos roteiros foram montados justamente considerando estadias de 3-4 dias na casa de cada um deles. Mais recentemente, temos investido em (19) trocar de casa nas férias com famílias que queiram vir para o Brasil.

 

Uma dica final poderosa

Já ouvir falar em mindset? Ela é uma palavra relativamente nova no Brasil e muito utilizada na área da produtividade. Mindset significa configuração da mente. É a maneira como você vê o mundo.

Pegando carona nesse conceito, (20) você precisa desenvolver uma mente econômica nas suas atividades diárias para poder viajar mais. Muito cuidado com crenças limitantes que afirmam que viajar é caro, viajar é para ricos ou viajar é luxo. Delete.

Mude a maneira de ver o seu dia a dia e garanto que você vai conseguir economizar mais dinheiro para as férias. Nós fizemos isso e funciona. No final deste ano, vamos conhecer o Canadá. Será o 30º país que visitamos. Um marco significativo para um casal de professores com dois filhos, não acha?!

 


Crédito das imagens
: todas foram baixadas do site PEXELS que disponibiliza imagens gratuitas debaixo de uma licença chamada Creative Commons Zero (CC0) License.

 

7 comments

  1. Adriana, ótimas dicas! Muitas coisas fazemos aqui em casa também, ainda mais porque nossa renda é um salário fixo só (do marido), porque o meu rendimento como revisora é pouco e irregular (trabalho de casa, o que foi uma opção nossa por causa dos nossos filhos). Temos só um carro e meu marido vai para o trabalho de fretado, o que já é uma economia e tanto. E para o ano que vem tomamos uma decisão ainda mais radical: vamos trocar as crianças de escola, para uma mais perto e mais em conta, porque acreditamos que viajar também é educar, e do jeito que estava não conseguíamos mais viajar o tanto que gostaríamos. Tudo na vida é questão de prioridade, não é mesmo?

    • Adriana Pasello

      oi Cintia. Puxa, parabéns pelas atitudes focadas. A escola onde meus filhos estudam também foi escolhida com base no critério de proximidade.
      Sobre carro, já pensei em comprar uma vespa para ir e voltar do trabalho nela. No restante, racharíamos um carro somente… vamos ver se encaramos mais esse “corte na carne”. kkkkk

  2. Vanessa Sene Cardoso

    Gostei das dicas.

    • Adriana Pasello

      Que bom que gostou e que veio me visitar. bjs

  3. Como sempre arrasando nas dicas! Muitas dessas a gente pratica aqui em casa e é ótimo!

    Beijos!

    • Adriana Pasello

      queridona, que bom receber sua visita…. a gente se vira para viajar né?! rs

  4. Adriana Duarte

    Excelentes dicas.
    Tem que priorizar, né?
    Um abraço
    Adriana

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *